Warning: fopen() has been disabled for security reasons in /home/storage/1/cb/37/amencar/public_html/wp-includes/pomo/streams.php on line 127
Nota AMENCAR e MNDH-RS sobre Morte de Conselheiros Tutelares em Poção – Pernambuco | AMENCAR
//
you're reading...

Sem categoria

Nota AMENCAR e MNDH-RS sobre Morte de Conselheiros Tutelares em Poção – Pernambuco

A AMENCAR expressa seu repúdio e indignação pela violência que vitimou os Defensores de Direitos Humanos Daniel Farias, Carmen Lúcia Silva e Lindenberg Nóbrega, Conselheiros Tutelares no exercício de sua função no Município de Poção – Pernambuco, e  Ana Rita Venâncio que os acompanhava na diligência, e manifesta  solidariedade aos seus familiares, colegas e amigos.

Como organização de direitos humanos ratificamos a Manifestação do MNDH do RS e reiteramos nosso compromisso, como membros do CONANDA, na articulação de esforços para a devida responsabilização dos criminosos e também para o fortalecimento da atuação dos Conselheiros Tutelares em todo Brasil.

Confira abaixo a Manifestação do MNDH-RS:

O Movimento Nacional de Direitos Humanos, do RS, consternado e indignado pelo ocorrido no Município de Poção – PE, onde foram assassinados, no dia 06, os Conselheiros Tutelares Daniel Farias, Carmen Lúcia Silva e Lindenberg Nóbrega e Ana Rita Venâncio – esta última que se encontrava em companhia deles e dela -, vem manifestar-se acerca desse ato criminoso perpetrado contra a vida de alguém, especialmente quando em cumprimento de seu dever legal de proteger e defender o direito de crianças e adolescentes.

É extremamente preocupante a atitude de criminosos que tentam barrar a ação e dos defensores de direitos humanos, tudo fazendo, inclusive utilizando-se do extermínio, com a nítida intenção de impedir o exercício do trabalho e a defesa de direitos, malgrados sejam daqueles que têm o intrínseco compromisso de zelar pelo cumprimento dos direitos de criança e adolescentes.

O MNDH/RS lamenta o ocorrido colocando-se ao lado das pessoas do município de Poção, bem como do Estado de Pernambuco que se comovem e se indignam com o fato, e que esperam ações fortes das autoridades locais, em relação à apuração do crime e a consequente responsabilização dos agressores.

E, por fim, diante dos atuais quadros de agressividade que afetam os defensores de direitos humanos, o Movimento Nacional de Direitos Humanos do RS vem convocar a população em geral para rechaçar estas práticas criminosas, mobilizando-se, posicionando-se e rebatendo constantemente ações semelhantes que, além de atentarem contra a vida de seres humanos, trazem desconforto e o medo que compromete as relações sociais e causa sofrimento emocional e insegurança às pessoas e comunidades em geral.

Movimento Nacional de Direitos Humanos do RS, Porto Alegre, 10/02/2015.

 

Discussion

No comments yet.

Post a Comment