Warning: fopen() has been disabled for security reasons in /home/storage/1/cb/37/amencar/public_html/wp-includes/pomo/streams.php on line 127
Curso básico para conselheiros e conselheiras tutelares | AMENCAR
//
you're reading...

Sem categoria

Curso básico para conselheiros e conselheiras tutelares

logo.cdr

Realizada a escolha de conselheiros e conselheiras tutelares, agora toda a sociedade precisa auxiliar no trabalho de proteção e defesa de direitos. A Associação de Apoio a Criança e ao Adolescente – AMENCAR –, a partir de sua característica de instituição de assessoria e formação, no campo da política de Assistência Social, quer colaborar com esse importante trabalho, apoiando na capacitação destes/as conselheiros e conselheiras.

Assim, além de atendermos as demandas individuais que nos chagam dos municípios, estamos oferecendo um curso centralizado, em Porto Alegre, de forma a possibilitar que mais cidades possam dar cumprimento à exigência do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e de legislações municipais no sentido de garantir formação continuada a conselheiros/as tutelares (Art. 134, Parágrafo Único). Especialmente, neste importante momento de renovação dos colegiados em todos os municípios de nosso estado.

Para realizar a defesa de direitos, entre outras necessidades, as pessoas precisam estar preparadas e, no processo de trabalho, ter acesso a diversificadas formas de trocas e aprendizagens. Nesses percursos, a AMENCAR se quer parceira da proteção integral, socializando nossas mais de três décadas de promoção e defesa de direitos humanos de crianças e adolescentes.

 

Informações gerais

Quando?19,25 e30/11 e 4/12 (8h30min às 12h | 13h30min às 18h)

Para quem? Conselheiros/as tutelares, titulares e suplentes, com disposição mínima de frequência de 75% da carga horária.

Vagas? 50 Carga horária? 32h, certificadas

Onde?Porto Alegre (Local: a confirmar a partir de 10/11, pelo site: www.amencar.org.br)

Investimento/inscrição?R$ 200,00 (duzentos reais) por pessoa.

Desconto de 15% para grupos de três ou mais pessoas (R$ 170,00, valor por pessoa).

Para inscrições e mais informações? dialogos@amencar.org.br | 51.3588.2222

 

 

C o n t e ú d o s:

Proteção e cuidado – Algumas noções.

Ementa: O que é cuidado? Quem cuida? Quem nos cuida? A quem cuidamos? Perceber algunselementos éticos no percurso do cuidado e da proteção. Possibilitar pensar sobre rótulos e estereótipos no trabalho com famílias. (4 horas)

Atribuições do Conselho Tutelar (CT) e suas interfaces com outras instituições.

Ementa: O que o ECA e as Resoluções do CONANDA estabelecem? Situações mais comuns em relação à escola, postos de saúde, hospitais, serviços de assistência social (CRAS, CREAS, Acolhimento…) e outros no cotidiano de trabalho do Conselho Tutelar. (4horas)

Violações de direitos e aplicação de Medidas Protetivas.

Ementa: Principais violações de direitos e grau de dificuldade de verificar, encaminhar e acompanhar. Qual o lugar da criança, do adolescente e da família na construção dos Planos Individuais de Atendimento (projeto protetivo do CT)? O que o ECA e as Resoluções do CONANDA estabelecem sobre como e porque aplicar ou revisar as Medidas Protetivas? (4 horas)

Relação com o Ministério Público, Judiciário, Polícias Civil e Militar e outros Conselhos Tutelares.

Ementa: O que o ECA e as Resoluções do CONANDA estabelecem? Situações mais comuns nas relações com órgãos de segurança, ministeriais e judiciários. (4horas)

Conceito e funcionamento do Colegiado.

Ementa: O que o ECA e as Resoluções do CONANDA estabelecem? O que a(s) lei(s) municipal(is) traz(em)? Regimento interno – importância e limites. Escalas de trabalho, distribuição de funções do Conselho entre os/as conselheiros/as, distribuição de casos e definições de Medidas Protetivas, estratégias e ações de acompanhamento.  (4horas)

Técnicas de entrevista, de abordagens externas e de visitas domiciliares.

Ementa: Como entrevistar (conversar) com crianças e adolescentes? Como entrevistar grupos familiares? Que elementos interessam para a construção de Planos Individuais de Atendimento (projeto protetivo do CT)? Quem pode e quem não pode acompanhar entrevista/conversa no CT? E o acesso a documentos?Proteção e sigilo… O que o ECA e as Resoluções do CONANDA estabelecem sobre isso? Como e porque registrar cada ação dessas? (4 horas)

 Documentação oficial, controle e técnicas de registro.

Ementa: O que o ECA e as Resoluções do CONANDA estabelecem? Pasta de casos (Como organizar? O que devem conter? Como e porque mantê-las atualizadas?). (2 horas)

 Atendimento em cuidado e proteção a crianças e adolescentes por outros órgãos.

Ementa: Que atendimentos aos direitos de crianças e adolescentes não são de competência do Conselho Tutelar, mas que são importantes dos/as conselheiros/as conhecerem para bem encaminhar, orientar e – eventualmente – pressionar para que existam ou sejam adequadamente atendidos? Atribuições da Justiça da Infância e Juventude, Defensoria Pública Estadual, Ministério Público, CRAS e outras agências. (2 horas)

Trabalho intersetorial e em rede.

Ementa: Conhecer conceitose normativas sobre intersetorialidade e trabalho em redes cooperativas. Pensar no lugar do CT no contexto dos serviços, programas e órgãos, destinados ao atendimento de crianças e adolescentes. Conhecer algumas experiências de trabalho em rede e intersetorial. (4 horas)

 

 

Equipe*:

 

Flávio André Winck– Psicólogo, trabalhador no SUAS e presidente do Conselho Municipal de Assistência Social de Taquara. Ex-conselheiro tutelar de Taquara (2006/2009). Foi secretário executivo e docente da Escola de Conselhos/RS (FACCAT).

Juscelino Santos de Lima – Pedagogo com experiência em mediação e resolução não violenta de conflitos (SERPAZ), pesquisador do Núcleo de DH da EST. Conselheiro do Conselho Estadual de Direitos Humanos e coordenador institucional da AMENCAR.

José Carlos Sturza de Moraes(Coordenador do curso) –Cientista Social, especialista e mestrando em educação/UFRGS. Ex-conselheiro tutelar de Porto Alegre (1995/2001). Conselheiro no CEDICA e CONANDA pela AMENCAR. Foi supervisor e docente da Escola de Conselhos/RS (FACCAT).

Stelamaris Glück Tinoco – Trabalhadora em saúde mental. Especialista em Educação Sexualidade e Relações de Gênero. Mestree doutoranda em Educação/UFRGS, em produção e experiência em trabalhos no campo do cuidado.

 

(*)Poderão ser convidados/as outros/as profissionais para compor a equipe, conforme necessidades do curso.

 

Discussion

No comments yet.

Post a Comment